Os primeiros padres Vallombrosanos, Dom Torello Nocioni, Dom Rudesindo Chiappini e Dom Pedro Fulco Morvidi, chegaram a Pirituba em Janeiro de 1949. Pirituba naquela época estava ainda no começo do seu desenvolvimento e faltava de tudo, em todos os aspectos. Mas o que tinha de sobra; eram pessoas cheias de fé e boa vontade; em busca de um lugar para se reunirem em comunidade para rezar. A falta de um local adequado para as orações, para as missas, provocava certa inquietação nos moradores.

Até que em 1957, pela primeira vez, foi criada uma comissão pró-construção de uma Igreja Católica na Chácara Inglesa. Muita luta e... Nada foi conseguido. O povo não desanimou; e começou a se reunir na garagem de um dos moradores, Sr. Jorge. Lá ficaram por algum tempo, até que em 1959, um dos componentes da empresa Vieira S/A, que loteou as terras do Jardim da Felicidade, prometeu a localização da igreja em seus terrenos.

O terreno apresentado encontrava-se numa área baixa e não agradou nem aos padres e nem aos fiéis. Houve, então, a opção da construção na parte mais alta do loteamento.

Em 15 de agosto de 1961, celebrou-se a cobertura e inauguração da nova igreja que, por sugestão do Abade Geral da Ordem Beneditino Vallombrosana, foi dedicada á Nossa Senhora da Assunção. Neste dia, na casa do Sr. Jorge, foi celebrada uma missa por Dom Pedro Fulco Morvidi; que além de festejar a nova comunidade; era também uma carinhosa despedida deste local que acolheu os fiéis por tanto tempo. A missa foi seguida de uma bonita procissão até a nova igreja.

Era um sonho se concretizando!
Nessa mesma época, Dom Alfonso Salvini (Abade Geral), doou uma imagem da Padroeira, em madeira esculpida pelos artistas de Ortisei (Itália).A comunidade ficou dependente da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora até 1975.

No início da década de 90, nasceu a comunidade Nossa Senhora Aparecida, no Portal dos Bandeirantes.
Nesta mesma década, na favela “Casa de Nassau”, foi criada a Comunidade São Pedro; que encerrou suas atividades no final de 2004, devido á remoção da favela.

Por aqui passaram muitos padres, religiosos e leigos a quem somos eternamente gratos pelos serviços prestados. Muitos projetos aqui surgiram também; como o ‘Encontro da Comunidade’, o Grupo Vida, o grupo de teatro ‘Pro Art’, a Fescar (Festa da Caridade), entre tantos outros.

Nossa igreja foi também, em 1999, demolida por problemas estruturais e reconstruída.
Aqui vai um breve resumo de nossa história que foi e é marcada por homens e mulheres de bem que arregaçaram as mangas em serviço do Reino de Deus. Que ousaram e testemunharam que ser cristão não é fácil, mas vale a pena. Poderíamos escrever diversos livros com a história de nossa paróquia; mas convidamos você a nos visitar e vivenciar a vida em comunidade que é escrita a cada segundo por cada paroquiano, fiel e acima de tudo, pessoa de boa vontade.

Ajude-nos a continuar escrevendo esta história!

 

 
Rua Dr. Argemiro Couto de Barros - 268 - Jd. Felicidade - São Paulo - SP - 05142-040 - Telefone: 3832-7284